Uma história de 157 anos.

Em 16 de novembro de 1858, sete anos após a chegada dos imigrantes fundadores da outrora “colônia Dona Francisca”, hoje cidade de Joinville, surgiu a Sociedade Ginástica de Joinville.

Os colonizadores sentiram necessidade de conservar os altos ideais de Friedrich Iudwig Jahn, cognominado “Pai da Ginástica” que são: soerguer a forma moral,  conservar e aprimorar a força  física da juventude e, ao mesmo tempo, cultivar uma harmonia social, junto com uma recreação útil.

Desde então, estava assegurada aos nossos valorosos antepassados a oportunidade de cultivarem o esporte.

Após 157 anos de luta , passando por inúmeras dificuldades, a diretoria atual tem o desejo de que a sociedade continue a progredir no mesmo ideal para que possa apresentar, constantemente, novos melhoramentos em favor do aprimoramento físico e moral dos filhos da Cidade dos Príncipes.

Com trabalho árduo e  ininterrupto destes últimos anos, não somente foi possível revitalizar a quadra de esportes, o primeiro pavilhão coberto de Santa Catarina, mas também trazer de volta  os trabalhos de base do basquete , o ressurgimento do basquete feminino e escolinhas de voleibol e futsal, estendendo as atividades também para outras modalidades esportivas, hoje modernas, como o squash, o karatê, a capoeira, o xadrez e a dança.

A Sociedade também foi aberta a outras instituições, como a Nadoville, que proporcionou a prática de esportes aquáticos com o aquecimento do Parque Aquático Helmut Fallgatter, e com a instalação do Instituto Cultural Brasil-Alemanha, (ICBA).

Contudo, jamais a Sociedade deixará de lado o esporte de base, tal qual era o anseio de nossos antepassados.

Nesta oportunidade, a diretoria atual não poderia deixar  de mencionar com os mais sinceros sentimentos de gratidão, o inestimável auxílio de todos os apoiadores e colaboradores, que abnegadamente tudo fizeram para que a mais antiga Sociedade da América do Sul continue  a oferecer às gerações futuras o que tão sabiamente foi traçado pelos nossos antepassados.